Perdao de presenca ilegal em ritmo de esperanca

Existe uma área de imigração que ainda deixa espaço para a criatividade, emoção, e a esperança. Essa área é o perdão de presença ilegal. 

O perdão de presença ilegal geralmente é necessário em casos de família quando o imigrante entrou pela fronteira. Essa aplicação é baseada na dificuldade extrema para o Americano ou portador de Green Card se o imigrante for deportado. São dois tipos de dificuldades a serem mostradas: a vida do Americano se ele ficasse aqui sozinho sem o parente, e a vida dele se ele fosse forçado a voltar com o parente para o Brasil. As dificuldades podem ser financeiras, emocionais, psicológicas, medicas, e assim por diante. 
Mas onde está a boa notícia? A ótima notícia é que esse tipo de caso deixa espaço para o imigrante contar a sua própria história, e quem abre a vida e o coração no papel acaba ganhando o caso. Em outros casos de imigração, as regras são rígidas. Ou o imigrante se qualifica, ou não. Mas com o perdão, cada um tem o poder de definir a sua própria dificuldade extrema. Você é jovem, saudável, ganha bem, não tem nenhum problema emocional? Não quer dizer que não possa ganhar o perdão. 

Todos nós temos dificuldades lá no fundo que só a gente sabe. Aquele pesadelo que não te deixa dormir enquanto o filho não chega em casa, o ataque de pânico que te deu o dia que seu marido foi preso, o dia que você chorou na fila do banco sem nenhuma razão aparente. Talvez a sua infância foi difícil, e você carrega os traumas de várias gerações nas costas. Uma pessoa que nunca teve nenhum trauma reage a uma separação de maneira diferente de alguem que ja veio machucado pela vida. Eu não sei, e o oficial não sabe. Só quem sabe é você. E o nosso trabalho é passar essas coisas para o papel, para que o oficial possa sentir o seu medo e a sua escuridão na pele quando ler essa declaração. Todo mundo tem dificuldade extrema, porque a vida é uma dificuldade só às vezes. Não tenha medo de se expor para o seu advogado, ou para o oficial de imigração que lê o seu caso do outro lado do país. Faça como Walcyr Carrasco, e conte tudo como uma novela. 

Este artigo deve ser utilizado apenas para fins educativos, para informações gerais e uma compreensão geral da lei, e não para fornecer aconselhamento jurídico.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *